WELCOME

"Seja parte da mudança que deseja ver no mundo" (Mahatma Gandhi).

quinta-feira, 10 de março de 2011

Marcha assombrada

Toda reza deve valer a dor da empreitada

Nosso sangue deve tecer a trilha inebriada

E o ar nos leva a vencer a alma entalada

Empresta o teu corpo pra quê? Se a terra é morada


A cor do teu pó é azul?

Não, a cor do teu pó é azul?

E vais duvidar do sol...


Arrasta sua marcha sem ser o dono da passada

Vomita o alimento pra quê? Ôh guerra imaculada

E vendem os meus livros por quê? Se a capa é usada

Pedaços já estão na TV, carnes fagocitadas


E mentem sobre a origem do sul

E queimam tuas costas com rum

Só pra te ouvirem gritar...


Teu respirar sem ânimo me faz lembrar as moscas

Vá festejar mesmo sem ter o preço do hábito

A dor que me leva a temer

A dor que me leva a tremer não tem mais hálito...

18 comentários:

  1. HUMMM... crescei e multiplicai-vos.......do tipo, nao adianta fugir ou tentar trilhar outra sina, o que é de cada um está guardado, cada um sabe a dor e a alegria de ser o que é...

    bjao lindao...

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Allan, acho que você não só anda lendo meus pensamentos, como também meus sentimentos. Fico impressionada com modo pelo qual você parece conhecer o que há dentro de mim..

    Afinal qual seria o sentido da vida se temos que morrer? Por que começar algo, se tudo tem mesmo que acabar?? Questões.. crises existênciais..
    E a vida segue, mesmo que arrastada, apesar de todo sofrimento.. E ainda festejamos?! (internamente eu não sei..)
    Estamos viciados em festejar ou em sofrer??

    Não vejo mais tv, tentando evitar que implantem mais idéias em minha mente, mas creio que a mídia está em todo lugar, é inevitável..

    Parabéns!! Beijão

    ResponderExcluir
  4. Obrigado Hernando! Virarei seguidor do seu blog também!

    ResponderExcluir
  5. TUA ALMA EMPRESTA CORAGEM AO ABSTRATO DE SUAS PALAVRAS MEU AMIGO, A PROFUNDIDADE DOS SENTIDOS SÃO E SEMPRE SERÃO DO NOSSO EU, VALEU, É SEMPRE BOM VER ALGO SOAR DE DENTRO COM A PUREZA DOS SENTIDOS. A POÉTICA FORMA DE GRITAR AO MUNDO Á QUE VIEMOS.

    ResponderExcluir
  6. vive vive vive, trabalha trabalha trabalha e no fim, tudo vira bosta... e o fundo da terra é nossa verdadeira e unica morada... :)...

    ResponderExcluir
  7. Achei interessante sua forma de se expressar... adorei algumas frases e outras nem tanto... mas o ontexto é muito bom, vou continua acompanhando!!!

    ResponderExcluir
  8. ...... "Pedaços já estão na TV, carnes fagocitadas", bizarro.....mas expressivo.....

    ResponderExcluir
  9. Obrigado Josi! Também não gostei de escrever todas as frases.

    ResponderExcluir
  10. Tamiris preferi o termo expressivo do que o termo bizarro rs

    ResponderExcluir
  11. Realmente às vezes me pergunto o sentido das coisas...
    Temos que sofrer pra driblar os obstáculos, se no final do corredor podemos nos debater com uma parede.. Com o fim...(A dor que me leva a tremer não tem mais hálito...) Vai tudo por terra um dia..
    E aí nos questionamos o porquê disso tudo.. Se é que tem algum sentido..
    Mas continua a caminhada.. Quem sabe no fim não entendemos os porquês...

    ResponderExcluir
  12. Laísa, eu quis dizer exatamente o que vc interpretou no trecho que vc citou! Obrigado;

    ResponderExcluir
  13. Tão cedo passa tudo quanto passa!
    Morre tão jovem ante os deuses quanto
    Morre! Tudo é tão pouco!
    Nada se sabe, tudo se imagina.
    Circunda-te de rosas, ama, bebe
    E cala. O mais é nada.

    (Ricardo Reis - 1923)

    ResponderExcluir
  14. Olá. Parabéns pela postagem. Estou seguindo seu blog. Siga o meu http//:gauchaopina.blogspot.com, se puder. Curta a minha página no Facebook também: http://www.facebook.com/BlogPlanetaCurioso?ref=hl . Estou buscando novos blogs para ler, e novos blogueiros para conhecer o meu. Espero que goste de minha humilde página. Gostei realmente de seu blog.
    Até mais... Obrigado. Aguardarei um comentário seu no meu blog.

    ResponderExcluir